Aberto: Seg - Sex 8h - 20h e Sáb 8h - 12h
Aberto: Seg - Sab 8h - 20h e Sáb 8h - 12h.
Menu
ACOMPANHE

Periodontite

Postado por: Dra Ana Paula

A Periodontite está entre as doenças odontológicas mais comuns e, ainda, é uma das principais causas de perda dentária. Por isso, vale a pena saber um pouco mais sobre esse assunto tão importante!

Com a presença de tártaro e/ou restos alimentares ao redor das gengivas inicia-se um processo inflamatório (Gengivite), sendo que o inchaço e o sangramento gengival são seus principais sintomas. A fase seguinte é a Periodontite e seus principais sintomas incluem: sensibilidade, inchaço, vermelhidão, retração gengival – aparentando dentes mais compridos – e, ainda, ocorrências de sangramento no momento da higienização. Mas, como normalmente a dor não é um sintoma da doença, muitas vezes os estágios iniciais passam despercebidos.

As consequências são graves e culminam na perda óssea ao redor dos dentes que pode, consequentemente, levar à perda dentária, como já citamos. Isso pode acometer grande parte da população a partir dos 45 anos de idade.

No entanto, existe tratamento e posterior prevenção para a Doença Periodontal. Embora com todos os cuidados odontológicos e de higiene bucal, algumas pessoas não estão livres da Periodontite por estarem entre os grupos com maiores predisposições, como: pacientes diabéticos, gestantes e fumantes, além da exposição ao estresse e de fatores genéticos.

O tratamento da Periodontite interrompe o avanço da doença e estabiliza a perda óssea ocorrida, mas somente o seu Periodontista poderá indicar o tratamento adequado para o seu caso. A periodontite não tem cura, mas é uma doença crônica controlável.

­Agende a sua consulta e previna-se!

Compartilhar:
Facebook Twitter