Aberto: Seg - Sex 8h - 20h e Sáb 8h - 12h
Aberto: Seg - Sab 8h - 20h e Sáb 8h - 12h.
Menu
ACOMPANHE

Candidíase Oral – o famoso Sapinho.

Postado por: Dra Ana Paula

A Candidíase Oral ou Sapinho, como é popularmente conhecida, é uma infecção causada pelo excesso de fungos do tipo Candida. Excesso, porque, como você já sabe, nosso organismo convive em harmonia com diversos tipos de fungos e bactérias. O problema, então, acontece quando ocorre algum desequilíbrio que causa a proliferação exagerada de algum deles.

E o que leva a essa proliferação excessiva dos fungos Candida?

Apesar de ser mais comum em crianças e bebês – grupo com a imunidade ainda em desenvolvimento – a Candidíase também pode afetar adultos, idoso, mas, sobretudo, pessoas que apresentem algum fator de predisposição, podendo ser:

- Sistema imunológico severamente comprometido, como portadores de HIV e pacientes em tratamento imunossupressor;

- Diabetes não controlada;

- Utilização de antibióticos de largo espectro ou contraceptivos orais;

- Gravidez;

- Uso ininterrupto de próteses removíveis, onde não há higienização.

Como saber se é mesmo Candidíase Oral?

Geralmente, a Candidíase Oral começa a ser notada quando surgem pequenas aftas na boca, garganta e/ou língua. Com o evoluir da doença, os principais sintomas passam a ser vermelhidão, inchaço e até feridas na mucosa oral, causando um grande incômodo para engolir.

Como se transmite a Candidíase Oral?

Você já deve ter ouvido alguém falar que não se deve beijar bebês. Essa recomendação é feita para evitar a transmissão de vários tipos de doenças, inclusive o Sapinho. Portanto, a transmissão da Candidíase Oral se dá através do contato.

E como evitar a Candidíase Oral?

Para evitar, não tem segredo: um estilo de vida saudável que contribua com o fortalecimento do sistema imunológico e cuidados de higiene. Além de, claro, nunca beijar os bebês!

Como é o tratamento?

Em adultos, o tratamento geralmente se dá com antifúngicos em gel, líquido ou enxaguante bucal. Já em bebês e crianças, o antifúngico pode ser receitado em forma de líquido, creme ou gel.

Também é importante adotar alguns cuidados durante o tratamento, como: reforçar a higiene bucal com escovas de cerdas macias e evitar alimentos gordurosos ou com açúcar.

Compartilhar:
Facebook Twitter

Busca

Posts Recentes